Português
Marcas Brasileiras: trajetória para o sucesso – Parte 1
11 de fevereiro de 2015
, , ,

Durante o mês de Novembro de 2013, produzi para o Plugcitários uma série exclusiva sobre as marcas Brasileiras exemplos de sucesso e prosperidade, releia nos links http://bit.ly/1DDdbc7, http://bit.ly/1vuSKzh, http://bit.ly/1xt9lxJ e http://bit.ly/1zSCvMp. Nos comentários sofri algumas críticas por apresentar empresas não tão exemplares assim, portanto repensei durante 1 ano e meio quase e resolvi traze-la mais uma vez para vocês, porém um pouquinho diferente. Apenas três por post, um novo título para a série e um foco maior em suas histórias, divido em 4 partes, totalizando portanto 12 grandes marcas tupiniquins. Sendo assim, vamos a elas.

Hering

ciaheringlogo

Figura em 15º lugar no ranking das marcas mais valiosas de 2014 e considerada uma das favoritas do público, a marca vem conquistando cada vez mais mercado, mesmo depois de 130 anos de história. Foi fundada em 1880 pelos irmão Bruno e Herman Hering em Blumenau, Santa Catarina, sendo primeiramente batizada como Tricotwaren Fabrik Gerbruder Hering. As primeiras peças que marcaram a empreitada empreendedora dos irmãos alemães no Brasil foram produzidas em um tear circular e um caixote de fios comprados por Herman na época anterior a inauguração. A longa tradição tecelã da família ajudou e muito na consolidação das bases dessa hoje grande rede varejista.

Após a morte de Herman, em 1918, a empresa já era comercialmente conhecida e rentável mas apenas 11 anos depois deslanchou com a descentralização da costura e portanto a abertura de novas fábricas. Em 1966 a exportação se iniciou, em 70 chegou aos catálogos da marca a tradicional camisa básica e em 80 se consolidou em todo o país. Nos anos 1990 firmou-se o conceito Hering Store com artigos para toda a família, a rede de franquias se firmou e se ampliou por vários estados começando no Rio de Janeiro e volume tornou-se seu nome e sobrenome.

Porém em 2002 foi necessário um novo conceito, o das lojas mais enxutas com até 100 metros quadrados. Nesse período foi quando o portfólio de produtos foi expandido para acessórios também, em 2008 as lojas online inauguraram uma nova era de mais e mais expansão chegando até a inauguração de um museu em 2010. Hoje a Cia Hering conta com as marcas Hering, Hering for you, Hering Kids, Puc e Dzarm.

E como prometido, uma pequena curiosidade antes de passar para a próxima marca: o nome Hering significa “arenque” em português, um peixe tipo sardinha, dai vem o logo com dois pequenos peixes representando os criadores.

Mais no site: http://www.ciahering.com.br/novo/

Totvs

Totvslogo

Tira onda de estrangeira pelo seu imenso sucesso lá fora, mas é Brazuca mesmo e posiciona-se em 22a no ranking das marcas mais valiosas de 2014. A empresa é tida como a maior fabricante de Softwares e aplicativos do Brasil, sendo a 6a maior do mundo, liderando o mercado na América Latina. Iniciou em 1969, para atender serviços gerais de informática servindo em um pequeno escritório, fundado por Ernesto Mário Haberkorn com o nome de SIGA (Sistemas Integrados de Gerência Automática).

Pouco tempo depois, juntamente com Laércio Consentino, diretor da atual empresa, Haberkon fundou a Microsiga voltada para médias e pequenas empresas. Em 1989 as duas companhias se fundiram e apenas em 2005 o nome Totvs foi cunhado (pronuncia-se tótus) significando “tudo” ou “todos” em Latim, o que remete a sua história que hoje conta com 27 empresas em 10 segmentos e por isso carrega o V no lugar do U.
Os principais slogan que marcaram sua história foram: “Acredite no Brasil. A Totvs acredita na sua empresa”, “Compartilhe o novo mundo” e “Igual, sendo sempre diferente”.

Mais informações no site: http://www.totvs.com/

Cielo

Cielologo

É responsável pela captura, transmissão e liquidação financeira de transações de cartões de crédito e débito, atuando então como uma multi-bandeiras. Atingiu o 110 lugar no ranking das marcas mais valiosas de 2014 pela Interbrand, a empresa é hoje uma referencia em seu mercado e conta com um grupo de outras 4 organizações: Orizon, m4u, Braspag, Merchant e-Solutions e Stelo. Foi escolhida a empresa do ano (2014) pelo anuário 3600 na categoria serviços financeiros da Época Negócios e uma das 150 melhores para se trabalhar pela revista Você S/A.

Como vocês puderam ver, essa é realmente uma trajetória bem sucedida, mas para alcançar isso é preciso entender como tudo começou. Nascida em Novembro de 1995, a Cielo foi incialmente chamada Visanet Brasil e constituída graças a junção do Visa Internacional, Bradesco, Banco do Brasil, Real ABN Amro Bank (extinto Banco Real) e o também extinto Banco Nacional. Surgiu em uma época em que o negócio de cartões por aqui era viabilizado diretamente com o banco através do cartão visa. Foi então que o CEO Romulo de Mello Dias viu o nicho e criou a Visanet para supri-lo. Seu objetivo era administrar as relações de todos os estabelecimentos comerciais afiliados ao Visa, realizando então o desenvolvimento de um novo sistema de captura e liquidação financeira.

E foi com este pontapé e propósito que a Cielo chegou aonde está hoje, com tamanho reconhecimento e conquistas, passando pela chegada do atual nome em 2009 e seu acesso ao idolatrado vale do Silício com a aquisição da Merchant e-Solutions em 2012. O novo nome foi escolhido por significar céu em Italiano, o que reforça seu novo posicionamento a época: abrabgência nas ações, ampliando sua rede. A denominação também remete ao sobrenome de um grande nadados Brasileiro e garoto-propaganda da marca, César Cielo. De fato, depois de tudo, vemos que a organização faz jus a sua trajetória: “Nada supera essa máquina”. Pelo menos por enquanto.

Mais no site: www.cielo.com.br

Bom, por hoje é só, mas os convido a deixar sua opinião nos comentário nos contanto o que achou da série e se gostou, não deixe de curtir e compartilhar também nas redes sociais. E te convido a ficar ligado na próxima postagem da série que traz mais três grandes marcas: ingresso.com, BTG Pactual e Porto Seguro.

About author

Diogo Mattos

Redator publicitário, especializado em web e apaixonado pelo mundo digital e suas nuances. Já rodei o mundo, passando por países da Ásia e Europa, aprendendo e sugando tudo o que eles podiam me oferecer. Hoje sou empreendedor digital e reúno tudo que me faz bem em um lugar só: meu espaço criativo.

Campanha de final de ano do Itaú relembra pessoas.

Campanha de fim de ano do Itaú exalta a importância das pessoas

Durante o mês de Novembro de 2013, produzi para o...

Leia o Artigo
Os top 10 do Marketing Digital

10 sites de marketing digital para você salvar no favoritos

Durante o mês de Novembro de 2013, produzi para o...

Leia o Artigo
O processo criativo que utilizo.

O meu processo criativo e a magia da escrita para web

Durante o mês de Novembro de 2013, produzi para o...

Leia o Artigo

1 Comentário

  • […] Marcas Brasileiras: trajetória para o sucesso […]

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *